Casamento em Tons de Rosa | Gabriela e Thiago em Florianópolis | ACM

fevereiro 6, 2018 ,

Arquitetar um sonho, tornar realidade. Foi assim no Casamento de Gabi e Thiago. A recepção foi no Salão 1 da ACM – Associação Catarinense de Medicina e contou com uma linda decoração para casamento em tons de rosa.

E a Gabi escolheu flores em tons de rosa e marsala para a decoração, compondo com castiçais dourados e velas, muitas velas. Aliás, um evento iluminado à luz de velas deixa o ambiente mais dramático, cênico, intimista, belo…

Na Mesa de Doces, elas… as Tulipas! Ah, como não amar trabalhar com flores? Você sabia que as tulipas são de origem Turca e não dos países baixos, como (quase) todo mundo acha? Sim, mas foi na Holanda que de fato elas entraram para a história – e para os nossos corações! Os holandeses passaram a cultivá-las e em 1592 se tornaram tão populares que os bulbos eram até roubados, pois se tornaram moeda no mercado financeiro. Isso devido à sua beleza única que inclusive roubou a cena de vários artistas plásticos que passaram a representá-las em suas telas.

Voltando ao Casamento de Gabriela e Thiago, eles estavam lindos!, e o Fotógrafo Júlio Trindade registrou cada suspiro. Dá uma olhadinha no site dele e confira mais fotos! Recebemos uma seleção das fotos da decoração e ficamos muito felizes em compartilhas com vocês.

Além da decoração com flores, utilizamos móveis em captonê em tons neutros e espelhos dourados, muro verde com folhas de fícus naturais e muitos castiçais com velas.

Para dar um toque único, um lustre de cristal foi instalado sobre a mesa de doces pontuando-a.

No hall de entrada, criamos um ambiente para uma mesa receptiva de espelho que contou com um belo tapete e nas laterais, painel de tecido arabesco também em tom neutro. Tudo pensado para harmonizar com a escolha das flores.

Fornecedores:

Fotografia – Júlio Trindade | Cerimonial – Vanessa Luz | Música Cerimônia e Festa – Edu e Jô | Local – ACM Salão 1 | Buffet – Styllus | Bolo Fake – Patricia Goedert | Doces – Nancy | Decoração – Vera Rubert Arqflora